Logo TecBan menu
Logo TecBan menu
Fachada TecBan
TecBan
39 anos criando, transportando e compartilhando valor.
mídia externa

Mídia Externa: o que é e quais suas vantagens

24/02/2022 14 min de leitura

Você sabe o que é mídia externa? Essa é uma tendência essencial para embasar uma boa estratégia e um planejamento saudável de marketing. Em 2022, ela, que já era importante, se firma com força total. A boa notícia é que você tem uma série de opções para investir, de acordo com seus objetivos e tipo de público.

Mas a principal intenção em divulgar com uma mídia externa é fazer com que a marca impacte consumidores em qualquer lugar: na rua, no metrô, no supermercado, no shopping, e assim por diante. É um esforço moderado em comparação a outros formatos de divulgação, com um retorno muito maior que grande parte deles.

Ficou interessado e quer saber como funciona a mídia externa na prática, para adotar essa estratégia o quanto antes e garantir sua participação no mercado? Continue a leitura do nosso guia e descubra tudo sobre o assunto!

O que é mídia externa?

A mídia externa, como o próprio nome indica, é a propaganda veiculada em ambientes externos. Ela também é conhecida pelo termo em inglês "out of home", ou seja, "fora de casa".

Seu principal objetivo é transmitir informações ao público quando ele está realizando alguma atividade na rua. Seja em um meio de transporte, a pé, enquanto faz compras ou dirige, entre outras atividades.

Muita gente associa essa mídia ao tradicional outdoor. E, de fato, ele é um dos tipos mais famosos e eficientes quando se trata do assunto.

Entretanto, a tecnologia evoluiu bastante, permitindo que outras ferramentas e plataformas sejam utilizadas para chamar a atenção do consumidor. Muitas delas até mesmo permitem a interação e a execução de ações pelo cliente.

Mas seja qual for o formato escolhido dentro de seu planejamento de marketing e comunicação, a intenção é a mesma. Usar componentes visuais interessantes, mensagens objetivas e inteligentes, impactar e despertar a curiosidade.

O resultado disso tudo é um cliente que associa, de imediato, seu anúncio com sua marca ou produto. Incrível, não é mesmo? São vários objetivos alcançados com uma única mídia, de maneira eficiente e precisa.

Quais são os principais tipos?

Mas, afinal, quais são os principais tipos e como funciona a mídia externa de verdade? A seguir, você tem alguns exemplos e suas respectivas funcionalidades — será capaz, inclusive, de entender qual funciona melhor para seu tipo de negócio. Acompanhe!

1. Busdoor

O busdoor nada mais é do que um adesivo que pode ser colado na parte traseira de um ônibus. É considerado um formato estático, no entanto, é também itinerante, uma vez que o ônibus está em constante trajeto pelos bairros de uma cidade.

Dessa maneira, ele tem uma alta cobertura de público: acredite, a depender do tamanho de sua cidade, é possível atingir metade da população com um único anúncio vigente. Em trechos de trânsito mais lento, a mensagem ainda fica exposta por mais tempo, permitindo que o público leia e absorva as informações com mais calma.

Além disso, você pode realizar a compra segmentada por linhas. Com isso, você escolhe exatamente as rotas pelas quais a sua mensagem deve passar conforme seu público e planejamento, e consegue otimizar seus resultados.

2. Telas digitais

Os anúncios em telas digitais são muito comuns em mercados, aeroportos e clínicas. Elas podem ser interativas, estarem inseridas em um totem, ou apenas transmitirem o anúncio de maneira estática.

Elas costumam utilizar luzes para chamar a atenção e, quando interativas, também costumam emitir sons, como músicas e demais efeitos. As telas digitais chamam muito a atenção do público, já que suas imagens são de alta definição.

Você também pode veicular diversas etapas de um só anúncio na tela digital: eles mudam dentro de alguns minutos, dando continuidade a uma mensagem ou podem exigir mais de uma ação quando for interativa. Isso segura o consumidor por mais tempo em frente à tela, desenvolvendo uma relação com a marca.

Alguns exemplos de ação com as telas digitais são: cadastro de e-mail do cliente para que ele receba ofertas exclusivas, jogos e atividades didáticas que apresentem o produto. Com a tela estática sem interação, basta adaptar a campanha para transmitir as informações desejadas.

3. Banners

Os banners são mídias externas bastante acessíveis quando se trata de preço. Eles contam com uma fixação lateral, para que sejam presos a postes, pontos de ônibus, fachadas e outros locais similares.

Com material duradouro e resistente, pode ficar exposto às ações do tempo sem problemas. Você pode solicitar a impressão nos dois lados do banner, para que consumidores que transitem de diferentes lados da via consigam visualizar o anúncio.

Por serem muito em conta, podem ser impressos em grande quantidade e espalhados em muitos pontos. A impressão em tinta UV é nítida, permite a leitura e faz com que a imagem também se mantenha visível por muito tempo. São ideais para propagandas mais pontuais.

Para quem busca uma alternativa ainda mais acessível, os banners podem ser impressos ou pintados em faixas de pano. São uma solução mais sustentável, contudo, é importante lembrar de contar com bons profissionais para que a estética do anúncio seja agradável e bem desenvolvida.

4. Frontlight

O frontlight é uma espécie de outdoor digital, com luz frontal transmitida por uma tela de cristal líquido. Sua montagem envolve também uma torre alta de ferro, que suporta o peso e a dimensão da tela.

É a melhor alternativa para que seu anúncio seja exibido em todos os horários. Afinal, durante a noite, um outdoor só pode ser visualizado em uma via que tenha uma iluminação satisfatória.

Ao contrário do frontlight, que já conta com refletores frontais que tornam a mensagem legível. Por fim, ele ainda tem uma estética mais moderna, que deixa a marca com mais evidência e aumenta a credibilidade do negócio.

5. Outdoors

Por último, mas não menos importante, o outdoor também entra nesta lista. Sem dúvida alguma, ele é o meio mais tradicional de anúncio externo. Pode ser incluído em uma série de campanhas e também tem um custo mais baixo em comparação a outras mídias.

Cada cidade tem seus locais próprios e padronizados para instalação e estruturas de outdoor. A empresa divulgadora aluga esse espaço por determinado período de tempo, e as artes com a propaganda são fixadas ou coladas posteriormente.

Os outdoors estão presentes nas vias públicas de cidades, mas também em rodovias de grande movimento. Sendo assim, vale a pena avaliar seu tipo de público para posicionar os anúncios estrategicamente e garantir um bom retorno com essa mídia externa.

Quais as vantagens de investir em mídia externa?

Você já conhece os principais tipos de mídia externa, mas ainda está na dúvida sobre suas vantagens? Sem problemas! Aqui está uma lista detalhada sobre tudo o que você tem a ganhar ao escolher divulgar sua marca nas ruas. Confira!

Divulgação em massa

A mídia externa é impossível de ser ignorada. Ela está sempre ali, posicionada estrategicamente para atrair a massa.

É possível, por exemplo, escolher locais para que a ação tenha resultados sempre positivos. Enquanto um pequeno empresário pode preferir locais próximos ao seu ponto de venda, uma multinacional pode optar por campanhas que tenham pontos de divulgação em todo o Brasil.

Por mais que se tenha um público específico em mente, as outras pessoas também vão se deparar com a sua mídia. E acabam se interessando e procurando seu produto ou serviço, ou até mesmo recomendar para alguém que precise do que você oferece.

Essa vantagem exemplifica aquela máxima: "o que não é visto, não é lembrado". Então, se você faz a sua marca ser vista dessa maneira, não tem erro: ela será lembrada pelo seu público e por novos clientes prospectados indiretamente!

Mudança na percepção da marca

A mídia externa permite uma série de anúncios criativos e surpreendentes. Com isso, ela acaba gerando um "buzz" para a marca. Comentários positivos, divulgação em jornais, imagens em sites, postagens de consumidores em redes sociais, e outras ações consideradas como mídia espontânea.

A partir disso, a percepção da marca aumenta. Ações interativas ou que ofereçam algum tipo de vantagem para o consumidor, em especial, são as que mais reforçam essa mudança. Porque, com elas, a marca desenvolve um diálogo e um contato mais aproximado com o cliente.

Ele, por sua vez, começa a enxergar a marca como uma "amiga", como alguém que está sempre ali quando ele necessita. Dessa forma, ele se sente mais interessado em consumir e em se engajar com aquela ação.

Fixação maior

O nível de fixação de qualquer tipo de propaganda depende da quantidade de vezes que uma pessoa é exposta a ela. Dessa forma, lembre-se de que, com um anúncio externo, várias pessoas estão em contato com ele durante inúmeros momentos do dia.

Quando alguém realiza o mesmo trajeto para o trabalho, consegue imaginar quantas vezes sua propaganda será vista? Com isso, a mensagem do anúncio é reforçada na mente desse indivíduo, que acaba guardando a sua marca na mente como uma referência futura.

Isso aumenta o que chamamos de índice de recall: aquele momento em que o público, finalmente, realiza a ação orientada pelo anúncio. Pode ser se dirigir ao ponto de venda, acessar sua loja virtual, aproveitar uma promoção, efetivar uma compra e assim por diante.

Além de, mais uma vez, comentar sobre isso com familiares, amigos, colegas de trabalho e pessoas com quem convive no dia a dia. É praticamente uma cadeia de ação e reação.

Relação custo-benefício

De forma geral, a relação custo-benefício de uma mídia externa é excelente. Mesmo que você pague um pouco mais caro em pontos mais movimentados, no fim das contas o índice de recall é proporcional, e compensa o investimento alto.

Para completar, as mídias externas têm um valor muito mais acessível do que outros meios, mesmo que elas utilizem um certo nível de tecnologia. Como é o caso dos totens interativos com telas digitais, por exemplo.

Outra questão positiva se refere ao ROI, ou retorno sobre investimento, da propaganda externa. Ao investir determinada quantia, você consegue triplicar e até quintuplicar seus ganhos.

Qual a importância das mídias externas para 2022?

Com a flexibilização nesse período de pandemia, não há dúvidas de que as pessoas estão com vontade de sair de casa. Depois de tantas restrições, passear (com os devidos cuidados, é claro), é um alívio.

Se o público sai mais de casa, isso significa que está sempre em contato com as mídias externas, certo? Inclusive pelo fato de que muitos eventos, passeios e programações de lazer serem mais seguras quando acontecem ao ar livre.

Ou seja, todo mundo estará em contato direto com sua marca. Seja no local de destino, seja no trajeto, de acordo com a estratégia que você adotar. Além disso, os meses iniciais do ano são de férias e descanso para uma parte significativa da população. Dessa forma, muita gente viaja, transita por aeroportos, rodoviárias e pontos de ônibus, que são excelentes locais para posicionar mídias externas.

De qualquer forma, sempre será uma excelente maneira de se fazer presente na vida do consumidor, ainda que fora dessa sazonalidade, garantindo proximidade e fixação a respeito daquilo que você oferece. Por causa dessa nova realidade, as mídias externas são mesmo uma tendência que veio para ficar, que pode e deve ser muito bem aproveitada em 2022.

Embora a ideia seja salientar que essas mídias serão um sucesso, vale lembrar que elas já são utilizadas há muitos anos com o mesmo retorno satisfatório. Sendo assim, para suas próximas campanhas nos anos que estão por vir, avalie seus resultados e continue a contar com elas em suas estratégias de divulgação.

Portanto, não perca tempo! Agora que você já sabe o que é mídia externa, não deixe de incluir as melhores opções em seu planejamento de marketing para o ano que vem. Aproveite os benefícios da mídia externa ao máximo e impulsione sua marca para que ela se torne, efetivamente, uma referência no mercado e para o público.

Gostou do que viu por aqui? Para continuar por dentro das transformações digitais e tecnológicas durante e no pós-pandemia, descubra como a TecBan faz acontecer ao desenvolver soluções que contribuem cada vez mais para a convergência físico-digital!

Comentários (0)

Carregar mais comentários