Logo TecBan menu
Logo TecBan menu
Fachada TecBan
TecBan
39 anos criando, transportando e compartilhando valor.
brand awareness

Brand Awareness: o que é e como construir

09/05/2022 23 min de leitura

Um conceito valioso para as empresas é o de consciência de marca. Entende o que é? O nome já é, por si mesmo, bastante explicativo. Provavelmente, você já o aplicou em seu negócio, mesmo que desconheça o termo.

O marketing utiliza mais a expressão em inglês “Brand Awareness”. E esse é o tema de nosso artigo. Confira como as estratégias de Brand Awareness podem ajudar seu negócio a se tornar mais competitivo e a aumentar suas chances de expansão!

O que é Brand Awareness?

Brand Awareness é um conceito que indica o quanto os consumidores identificam e reconhecem a marca no segmento em que ela está inserida.

Ele revela qual é a reputação e o grau de confiabilidade que o público-alvo percebe quando considera a marca. É algo que não pode se associar apenas à identidade visual da empresa — deve se relacionar ainda com a comunicação e o posicionamento da marca.

Diferentes ações são necessárias para montar a consciência de marca. Logo, ela não é mensurada com tanta facilidade como ocorre com outras estratégias de marketing. Mas isso não quer dizer que não seja possível. Veremos mais adiante sobre esse assunto.

Qual é a importância?

Por meio do Brand Awareness, o gestor assegura que o público consumidor saiba que a empresa existe e, mais que isso, conheça seus produtos/serviços.

Toda empresa deseja se manter presente na mente do público. Outras consequências benéficas estão listadas abaixo. Confira.

Promoção de confiança

É importante manter a confiança entre empresa e consumidor. As pessoas tendem a comprar e voltar a comprar em empresas das quais gostam, nas quais depositam confiança.

O compartilhamento de informações e queixas sobre mercadorias e serviços ajuda a consolidar laços de confiança com o público, sendo fundamental para sustentar a credibilidade da marca em nível alto para todos que receberem seu impacto.

A partir da consciência de marca, a empresa trabalha no desenvolvimento e na manutenção da confiança e, consequentemente, garante que os clientes se fidelizem.

Melhoria das ações de marketing

Quando uma marca já é famosa, o marketing digital contempla a sua consolidação na memória do público.

O Brand Awareness torna mais fácil o desenvolvimento das estratégias de SEO e marketing de conteúdo, como falaremos mais à frente.

Geração de mais vendas

Quando a empresa consegue se destacar no mercado, aumentam as possibilidades de vendas. Estratégias de Brand Awareness ajudam a referenciar os produtos/serviços da loja. Assim, os consumidores lembram mais facilmente da marca quando vão fazer suas compras.

Aumento de reconhecimento

Certamente, você já ouviu esta frase: “Você compra o produto ou compra a marca?”. É normal também quando a marca vira sinônimo do produto, como Bombril (esponja de aço), Xerox (fotocópia), Band-Aid (curativo adesivo) e Gillete (lâmina de barbear).

Isso é o que acontece quando a consciência de marca é bem trabalhada. Os consumidores associam imediatamente determinado produto à marca — e mesmo confundem o produto com a marca.

Geração de Brand Equity

Brand Equity significa “valor de marca”. É um conceito concernente às percepções gerais que o público tem da marca, sejam boas, sejam negativas.

Por isso, o valor de marca impacta muito na quantidade de vendas. Considere, por exemplo, que marcas que têm valor negativo podem ter desenvolvido essa má reputação devido ao atendimento de má qualidade, à má qualidade do produto ou serviço ou, ainda, ao preço alto que não condiz com a qualidade da mercadoria ou do serviço.

No caso de valor de marca negativo, o que deve ser feito? A consciência de marca pode modificar essa percepção. Ela vai contribuir para melhorar a confiança e a experiência dos consumidores. No caso do valor de marca positivo, o Brand Awareness ajudará a fortalecer ainda mais a boa reputação da empresa.

Quais são os principais tipos?

Há tipos diferentes de Brand Awareness. Confira quais são.

Top of Mind (Primeira Marca)

Top of Mind (Topo da Marca) é a marca mais lembrada. Nesse caso, ao ouvir falar de determinado produto ou serviço, os consumidores se recordam logo de uma empresa.

Por exemplo, quando se fala em impressora, uma marca pode se sobressair entre outras. Ou quando falamos em perfume, shampoo, celular, notebook e assim por diante.

Da mesma maneira, determinados serviços podem se associar diretamente a uma marca. Se um cliente gosta de culinária japonesa, um restaurante específico pode se destacar. Se uma pessoa deseja contratar algum seguro com facilidade, pode vir à sua mente alguma das insurtechs modernas.

Enfim, o Top of Mind trata do posicionamento de líder de alguma empresa no setor que ela atua. Se o grau de dificuldade desse indicador for igual ou superior a 50%, isso mostra que o público relaciona a marca com um tipo de produto/serviço.

Entenda: no Top of Mind, uma determinada marca é mais lembrada que as demais.

Spontaneous Recall (Reconhecimento Espontâneo)

Spontaneous Recall (Reconhecimento Espontâneo) é a recordação da marca. Nesse caso, o cliente recorda-se de determinadas marcas quando se alude a uma categoria de produtos e serviços.

Isso pode acontecer, por exemplo, quando alguém já cita uma determinada marca. Como exemplo, considere que alguém cite a marca Epson e, imediatamente, a outra pessoa se recorde da HP, Canon e Lexmark — todas marcas de impressoras.

Entenda: no Spontaneous Recall, ou Brand Recall, algumas marcas são lembradas pelo consumidor.

Brand Recognition (Reconhecimento da Marca)

Brand Recognition (Reconhecimento da Marca) é o reconhecimento a partir de uma dica, ou seja, o consumidor reconhece a marca quando escuta alguma menção a ela ou quando vê o logotipo, a embalagem ou o produto mesmo.

Em casos assim, o cliente pode abandonar a marca mais facilmente, se outras marcas mais famosas oferecerem preços mais competitivos ou aumentarem seu portfólio.

Entenda: no Brand Recognition, o consumidor só lembra da marca quando é feita alguma alusão a ela (visual ou auditiva, por exemplo).

Unaware of Brand (Desconhecimento da Marca)

Unaware of Brand (Desconhecimento da Marca) acontece quando os clientes desconhecem a marca, o que é comum em empresas que ainda estão iniciando.

Entenda: No Unaware of Brand, o consumidor não reconhece a marca.

Quais são os benefícios de Brand Awareness para as marcas?

Entendendo o que é e quais são os tipos de Brand Awareness, vale a pena saber agora os benefícios que ele oferece à empresa, concorda? Então, vejamos os principais.

Crescimento da taxa de conversão

Ao trabalhar corretamente a consciência de marca, a empresa tem mais chances de aumentar a taxa de conversão, ou seja, de transformar leads em clientes.

Quando o consumidor reconhece a marca, ele se sente mais confiante para comprar seus produtos sem a necessidade de fazer tantas pesquisas. Isso acontece porque o bom nome da empresa já a precede, ou seja, o público já sabe que ela vende produtos de boa qualidade.

Clientes podem, inclusive, se fidelizar e passar a comprar itens somente daquela marca, recusando as marcas concorrentes.

A consequência direta do aumento da taxa de conversão é o aumento de vendas. Afinal, para ser classificado como cliente, o consumidor precisa comprar alguma coisa na loja.

Expansão do alcance da marca

A marca alcança mais pessoas, fideliza clientes que compartilharão os produtos/serviços com seus familiares e amigos.

O Branding ajuda a aproximar os usuários dos processos corporativos e da essência da marca. O contato se torna mais próximo, e o público se identifica mais com a comunicação da empresa.

O alcance será maior em todos os pontos de contato: sites, blogs, redes sociais, pontos de venda.

A expressividade no alcance da marca não se restringe ao aumento no número de seguidores em redes sociais, já que as indicações contribuem para alcançar mais pessoas de forma off, ou seja, os próprios clientes trabalham no sentido de divulgar a marca.

Autoridade no mercado

Outro benefício do Brand Awareness é que a empresa se transforma em referência em determinado nicho do mercado.

Ela consegue passar a imagem de autoridade e, consequentemente, obtém reconhecimento do público e até dos concorrentes. É fato que mesmo a concorrência reconhece o valor de uma marca quando ela se destaca.

Quando se torna autoridade no ramo em que atua, a empresa logo é lembrada pelos consumidores.

Otimização das campanhas de marketing

Quando a marca está presente na consciência das pessoas, isso torna mais fácil que as campanhas de marketing alcancem mais pessoas e sejam bem-sucedidas.

O público fica mais caracterizado. Dessa forma, a empresa consegue extrair, com mais eficiência, dados novos sobre os consumidores e sobre o impacto que a marca exerce sobre eles.

As estratégias em sites, blogs, redes sociais, e-mail marketing estarão mais embasadas em dados efetivos e atualizados, o que melhora os resultados e os ganhos sobre o investimento. Haverá uma tendência maior de os leads realizarem alguma compra, e a jornada também ocorrerá em menos tempo.

Como construir Brand Awareness?

Vamos analisar agora como construir Brand Awareness de forma eficiente.

Melhore o SEO

As experiências em SEO vão além do uso adequado da palavra-chave. Os elementos de Search Engine Optimization (Otimização para Motores de Busca) podem ser On Page (desenvolvido dentro da própria página) e Off Page (desenvolvido fora da página, no ambiente externo) e ajudam a ranquear melhor o site ou o blog no Google e em outros navegadores, ou seja, permitem que as páginas alcancem as melhores posições nas pesquisas dos resultados.

Para que o SEO afete de forma positiva o Brand Awareness, é fundamental trabalhar a produção de conteúdo focando sempre as melhores palavras-chave, aquelas que representem as dores dos clientes com mais precisão.

É uma boa estratégia conhecer os principais problemas que levam os usuários aos conteúdos do blog ou do site.

O SEO deve ser aplicado a todos os locais onde a marca é divulgada. Nesse sentido, é preciso considerar:

  • blog posts;

  • vídeos;

  • podcasts;

  • e-books;

  • infográficos.

Para escolher as palavras-chave corretas, é possível usar os planejadores de Keywords, que ajudam na pesquisa dos principais termos usados no segmento.

Faça parcerias

As parcerias são pontos de contato que ajudam não apenas na propagação da marca, mas contribuem para que a empresa conheça ainda mais sobre seu público.

As parcerias podem ocorrer principalmente por dois caminhos:

  • lojas que vendem mercadorias complementares às suas (cosméticos, acessórios, roupas, por exemplo);

  • influenciadores digitais (de microinflueanciadores, com 400/500 seguidores, a tops celebs, com mais de 900 mil seguidores).

No primeiro caso, as duas marcas podem combinar e divulgar kits de mercadorias nas redes sociais e em e-mails marketings.

Mas é preciso considerar dois pontos:

  • sempre indicar a parceria em seus anúncios;

  • nas entregas, é relevante dispor de estoques disponíveis para que sejam feitos envios das duas empresas.

No caso de influencers digitais, os gastos são mais altos, já que é necessária a contratação de um terceiro, que é o influenciador.

Logo, antes de fechar uma parceria, analise se o discurso do profissional está, de fato, alinhado aos interesses da empresa. Considere quais formatos de divulgação serão realizados e qual será a sua quantidade.

A parceria por meio de influencer digital é uma estratégia que faz parte da cultura da inovação, tão importante para aumentar o potencial competitivo das empresas modernas.

Crie experiências para os consumidores

Outro ponto fundamental, que não pode ser esquecido na construção de sua consciência de marca, é garantir uma boa experiência para os clientes. Nesse contexto, é importante conhecer a fundo o comportamento do consumidor.

O público busca, além de soluções para seus problemas, experiências novas que contribuam para deixar o lugar-comum, destacando-se em sua rotina.

Para isso, é necessário trabalhar em canais diferentes com os consumidores. Ainda que o maior volume de resultados se obtenha com os meios digitais, é interessante cogitar estratégias e ações para canais físicos.

Isso não significa que é obrigatório imprimir panfletos e cartões de visita. É possível inovar por meio de um evento, reunindo o público para que ele compartilhe conteúdos e experiências de uma área determinada.

O varejo omnichannel é, sem dúvida, um conceito significativo para melhorar a experiência dos consumidores. Ele reúne todos os canais digitais em conjunto com os canais físicos, criando uma rede integrada que permite, por exemplo, pesquisar no site da loja, comprar no aplicativo e receber a mercadoria na loja física.

Invista em automação de marketing

A estratégia de automação de marketing permite efetivar um trabalho de comunicação mais orientado e customizado, oferecendo aos consumidores exatamente o que eles precisam e desejam.

A partir da automação, a empresa cria fluxos de contato e define um relacionamento constante com o público. Haverá interação recorrente com o conteúdo da marca, o que contribui para que ela seja reconhecida em diferentes momentos e ambientes de comunicação.

No caso de o usuário se cadastrar na newsletter, a empresa pode, por exemplo, usar a automação de marketing para disparar e-mail de boas-vindas referentes ao conteúdo pelo qual a pessoa revelou interesse. É um passo inicial para que se desenvolva um relacionamento entre a marca e o cliente.

Humanize a empresa

O Brand Awareness contribui para aumentar as vendas, para que o cliente conheça melhor os produtos/serviços que ela oferece.

Mas é possível aplicar o marketing para ir além. A humanização da empresa possibilita à marca apresentar seus valores e sua missão ao público, o que também vai impactar positivamente.

Toda empresa é formada por pessoas. Portanto, sua humanização é uma maneira de valorizar a consciência de marca.

Criando uma brand persona, personificamos um grupo de características empresariais. Desse modo, é mais simples determinar quais são as melhores estratégias de comunicação com os consumidores.

Programa de indicação

Uma maneira informal de fazer Brand Awareness é desenvolvendo estratégias de difusão, principalmente em eventos. O método “boca a boca” pode ser muito valioso para fazer a marca mais conhecida entre os consumidores. Os custos com ele são muito baixos ou mesmo zero.

Além da divulgação efetuada em newsletters, redes sociais e blogs, a empresa pode criar um programa de indicação.

Para que funcione naturalmente, duas fórmulas são importantes:

  • serviço diferenciado que encante os clientes, fazendo com que se tornem promotores da empresa;

  • oferta de benefícios que possam ser recomendados para terceiros.

Como mensurar as campanhas de Brand Awareness?

É importante medir a percepção da marca usando métricas e formas de mensuração específicas.

Formas de mensuração

Existem duas maneiras de mensurar Brand Awareness:

  • qualitativamente;

  • quantitativamente.

Vamos analisar cada uma.

Mensuração qualitativa

A mensuração qualitativa se realiza com apoio em amostras individuais que, depois, podem ser reunidas, caso apresentem respostas similares.

A pesquisa ajuda a compreender comportamentos, motivações e opiniões sobre a marca: qualidade dos produtos, da entrega, do atendimento quando comparamos com a qualidade dos produtos, da entrega e do atendimento dos concorrentes. As possibilidades são diversas, sendo importante definir qual será o foco.

Enfim, os feedbacks da mensuração de qualidade podem ser solicitados por meio de:

  • e-mail marketing com formulário (SurveyMonkey, Google Forms e outros);

  • pop-up no home da empresa;

  • por telefone ou por WhatsApp.

Mensuração quantitativa

Essa mensuração depende de números que são alcançadas por métricas de marketing digital:

  • quantidade de visitas únicas (alcance);

  • quantidade total de visualizações (impressões);

  • compartilhamentos;

  • vendas;

  • marcações.

Essas métricas permitem conferir o nível de engajamento da empresa ou das suas redes sociais. Uma dica é vincular o Google Analytics ao site para acessar as métricas.

As mídias sociais também constituem um ambiente virtual harmonizado para monitorar os resultados — é o caso do Instagram Insights.

Técnicas e ferramentas de mensuração

Vamos considerar agora algumas ferramentas que podem ser usadas para mensurar a consciência de marca.

Google Analytics

Citamos essa ferramenta acima, ela serve para monitorar os canais mais importantes de tráfego no site, ajuda a entender a demografia do público e o seu nível de engajamento, a analisar as palavras-chave que os potenciais clientes costumam procurar.

Monitoramento das redes sociais

É possível acompanhar a cobertura dos consumidores e a menção da marca analisando redes sociais, como YouTube, Facebook, Instagram e Tik Tok.

A partir dessas informações, podemos identificar o relacionamento dos clientes com a marca e seus produtos.

O monitoramento das redes sociais possibilita dar um feedback, solucionar assuntos polêmicos, customizar a comunicação. Utilize o “Alertas do Google” para monitorar as frases e as palavras-chave.

Questionários e pesquisas

O gestor pode encomendar pesquisas de marketing para mensurar a percepção da marca usando a mensuração quantitativa.

Desse modo, a empresa obtém uma análise minuciosa e descobre o quanto a publicidade está alcançando, bem como o total de clientes que estão satisfeitos.

Visitantes do site

Os visitantes analisam as informações e os produtos da empresa. É possível usar recursos para coletar respostas dos usuários a determinadas perguntas.

Em troca, o usuário deverá ser premiado com algum bônus ou presente. Desse modo, é possível conhecer a opinião do público, obtendo-se assim valiosas informações para otimizar as estratégias de marketing.

Por que investir em mídia DOOH?

Para desenvolver estratégias de Brand Awareness, também é importante investir em um plano de mídia DOOH (Digital Out Of Home).

DOOH é uma modalidade da mídia externa que utiliza telas de HD instaladas em locais estratégicos com a finalidade de atrair a atenção das pessoas. É uma solução cada vez mais usada no mercado.

Há muitos pontos estratégicos que podem ser aproveitados pela mídia DOOH:

  • terminais rodoviários;

  • pontos de ônibus;

  • supermercados;

  • aeroportos;

  • casas lotéricas;

  • shoppings;

  • clínicas;

  • academias;

  • laboratórios;

  • elevadores;

  • vias de circulação intensa.

Entre as vantagens que a mídia DOOH oferece, podemos citar.

Custos menores

Como a exibição de novos conteúdos envolve somente o gerenciamento de software, não é preciso assumir gastos elevados com a impressão e com a instalação de cartazes e outdoors.

Imagine a necessidade de renovar cartazes físicos no Out Of Home convencional. Haverá custos bem altos. Isso é desnecessário no Digital Out Of Home.

Aumento do potencial criativo

O DOOH pode oferecer campanhas bem diferenciadas. Um exemplo é usar sistemas de reconhecimento facial para gerar campanhas com alto índice de conversão, que podem ser contagiantes.

É possível apresentar diferentes tipos de conteúdo: dinâmicos, animados, muito atrativos para o público.

Relatórios minuciosos

O software que gerencia o DOOH pode oferecer um dashboard inteligente de indicadores. Dessa forma, são gerados relatórios de desempenho, relatórios geográficos e outros.

São bem minuciosos, já que dão informações precisas a respeito de cada campanha, fazendo uma estimativa mais objetiva dos resultados e dos sucessos.

Compra de DOOH programático

Ao escolher a plataforma correta, a empresa consegue adicionar a funcionalidade do DOOH programático. Assim, além da gestão de conteúdo, é possível adquirir espaços em telas DOOH pelo Brasil inteiro, dando somente alguns cliques.

Mostramos como trabalhar o Brand Awareness é um diferencial para toda empresa. Ele consegue destacar a marca diante de outras marcas em um mercado altamente competitivo. Ele ajuda a “gravar” a marca na memória do consumidor. Afinal de contas, toda marca deve ser “marcante”.

Depois de conferir como a consciência de marca é relevante para seu negócio, saiba um pouco mais sobre DOOH, o último assunto que abordamos. Confira como a mídia programática ajuda nas estratégias de marketing digital!

Comentários (0)

Carregar mais comentários